Tags

, , , ,

Ai, meus sais… assim eu me sinto tão clichê!

No entanto, algumas amiguinhas cismam em ignorar esse clichê e acabam sendo mais clichéticas que o próprio clichê personificado (ui, não pegou?).

Então a garota acha que ela tem que ter aquele trapinho porque:

1. a amiga dela tem;
2. todo mundo tem;
3. a it-girl do blog it-algo disse que é tendência e que todas as meninas descoladas lá fora têm;
4. ela acha que vai abalar a boca do balão com aquela roupinha;
5. ela pensa que todo o mundo vai achar que ela é chique, fina e poderosa rica;
6. assim ela vai inspirar mais respeito social;
7. o mundo vai saber que ela entende de moda e está antenada com a tendência do momento (ou com o que foi tendência na estação passada, morta e enterrada no hemisfério Norte), afinal, ela lê vogue e lê it-brogs;
8. ela precisa que os outros achem que ela está bonita e é milionária para que ela mesma consiga acreditar nisso;
9. todas as opções são corretas.

Gata, na boa: essa paranóia toda só vai te deixar cada vez mais feia e abarangada.

Teria sido mais simples que a comadre em questã tivesse perguntado: eu gosto dessa roupa? Esse trapo combina comigo? Bate com o meu estilo? Vou parecer fantasiada?

Ao evitar esse sofrimento todo, a pele agradece.

- Ai, Vanessa, você tá tããããoooo bunitchinham... se joga nesse vestido! Ass.: sua melhor amiga.

Se você precisa que alguém te diga que você está bonita, se você não pode ver isso sozinha, é, você está com um problema. Sinto muito. Melhor fazer terapia e trabalhar a auto-estima que comprar essa roupitcha que só vai fazer mal ao seu ego.

Não se esqueça que, em 90% das vezes, as outras mulheres só vão te dizer que você está bonita porque elas te acharam horrenda e ficaram com pena de você. E, no fundo, para elas, você está ótima assim: elas vão poder se destacar ao seu lado. Quem não quer uma amiguinha jaburu para poder brilhar sozinha?

Quando você estiver realmente bonita, poucas serão as que terão grandeza de espírito para te dizer isso.

Os homens? Se eles te acharem bonita, vão te achar de qualquer jeito. E não se esqueça de que eles preferem o que está embaixo dos trapinhos. Alguns deles também se interessam pelo que está dentro da sua cabecinha.

Rossy de Palma é musa do Almodóvar e deste blog. Ela se acha e eu acho que faz muito bem! Vai com tudo, Rossy! Poderosa!

Rossy de Palma: "me nego a ser um objeto". Mas eu não estou dizendo que a bichinha se ama e é poderosa?

Conclusão, se você ainda não captou: você é a única pessoa que tem que se achar bonita. Se alguém além de você mesma te achar bonita, é lucro. Opinião de mãe e avó obviamente não contam.

Então, siga o meu conselho: pense.

Ponha um pouco de neurônio nessas lantejoulas todas, e seja feliz!

Dica do dia: a Ludmila do blog Ludmilismos um dia percebeu que ela não era um bibelô de estante e que essa obrigação social toda por estar bonita a estava estressando. Começou um experimento científico-social de despatricinhação e nos conta tudo nos mínimos detalhes.

Mude a Vic pela Lud de vez em quando; não dói, eu prometo.

Anúncios